Viaje comigo!

Quer saber das novidades?! Se cadastre e receba as dicas direto no seu e-mail! É uma alegria poder compartilhar minhas amabilices com você!

BALNEÁRIO MUNICIPAL DE BONITO: SOBRE NADAR COM OS PEIXES

Curso natural da água. Para o dicionário, é a isso que se limita um rio. Para mim, até então, era paisagem para apreciar, lugar para pescar, sem muita interação. Dos cardumes, carregava embaçadas lembranças dos peixes que eram dispersados pelo motor do barco.
– Fica quietinha, senão os peixes fogem.
A frase ecoava pela mata ciliar ao tentar calar meu ímpeto de fazer amizade com os peixes. Coisas de quem tem o “instinto Felícia” (aquela personagem do desenho animado, que dizia a célebre frase “vou te amar, te beijar e te abraçar até… insira aqui uma frase trágica! Rs).
Com base nessa confissão, já sabia que a experiência no Balneário Municipal de Bonito seria, no mínimo, inesquecível. A começar pela atmosfera surreal do lugar. Para ilustrar, vou usar uma imagem aérea.

18-Balneario-Municipal

Quando cheguei ao Balneário, fui direto para o Rio Formoso. Já havia visto as fotos e estava, realmente, ansiosa. E, de fato, os peixes estavam ali: alinhadinhos, comportados e presentes. Sem medo dos humanos!
_DSF4634
Look: Gethamo Foto: Diego Oliveira | Studio 45 Graus
Difícil definir a sensação de entrar na água e ser rodeada por eles. Como se fossem domesticadas, as piraputangas agem com a maior “naturalidade” e tornam o banho ainda mais divertido.
_DSF4641
Se você nunca teve contato com peixes, é uma ótima primeira experiência. Isso porque, no balneário, você tem tempo suficiente para se adaptar à situação. O que ajuda muito na flutuação.
_DSF4643
Foto: Diego Oliveira | Studio 45 Graus
O Balneário Municipal de Bonito é um lugar para passar a tarde ou o dia inteiro. Tem infraestrutura completa. Além das piscinas naturais, conta com quadras de vôlei, de futebol de areia, restaurante, lanchonete e estacionamento.
_DSF4649
Foto: Diego Oliveira | Studio 45 Graus
Fique ligado:
– O horário de funcionamento vai das 9h às 17h. (Mas um pouquinho antes disso o salva-vidas já pede para que as pessoas saiam da água. Não se atrase);
– Leve protetor solar. As piscinas naturais são bem ensolaradas, não há sombra para quem está na água;
– Chegue cedo – ou fique até o final da tarde. Nos horários de menor movimento a água fica mais límpida;
– Não esqueça o repelente e a toalha;
– O passeio não exige a presença de um guia;
– O balneário fica a sete quilômetros do centro e é bem tranquilo de encontrar;
– Compre seu voucher com antecedência. Embora não seja um lugar que exija a presença do guia, o balneário também se enquadra no sistema do voucher único;
– Leve câmera fotográfica (normal e subaquática). Caso não tenha, não se preocupe: lá, existe a opção de alugar;
– Você pode comprar ração de peixe e se divertir vendo a alegria da “peixarada” disputando os petiscos;
– Se permita! Reserve um tempo só para curtir o lugar. Sem pressa!

 

Autor(a) do post
Amabyle Sandri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Siga o Amabilices no Instagram e acompanhe em tempo real todas as nossas viagens e aventuras por esse mundo lindo.

Junte-se ao Instagram