Viaje comigo!

Quer saber das novidades?! Se cadastre e receba as dicas direto no seu e-mail! É uma alegria poder compartilhar minhas amabilices com você!

BONITO: HISTÓRIA, VOUCHER ÚNICO E ECOTURISMO

10 mil léguas e meia de mata: uma fazenda enorme. Levava Rincão no nome. Fazia jus ao título. Num lugar afastado, se desenhara o recanto das belezas naturais. Em 1869, a Fazenda Rincão Bonito foi comprada pelo capitão Luiz da Costa Leite Falcão. Em Mato Grosso do Sul, foi distrito de Miranda antes de, em 1948, virar município.
Foto: Diego Oliveira | Studio 45 Graus
Foto: Diego Oliveira, Studio 45 Graus
História que, na Casa da Memória Raída, se aprende bem. Foi Ramona, neta de Luiz, filha de Raída, quem pincelou as lembranças para o blog Amabilices. A Casa é uma parada estratégica para quem planeja uma visita à cidade. Essencial para entender a história.
Ramona Vieira de Souza, 67 anos. Foto: Diego Oliveira | Studio 45 Graus
Ramona Vieira de Souza, 67 anos. Foto: Diego Oliveira | Studio 45 Graus
Bonito sempre foi vestida de adjetivos – fáceis de compreender. Construída sobre solo calcário, a cidade atrai pelas transformações da natureza. Na década de 80, brilhou a Gruta do Lago Azul. Nome autoexplicativo. A gruta, repleta de formações geológicas (as estalactites – do teto – e estalagmites – no chão), é feita de surpresas. Ilusão de ótica que trapaceia a razão de gente grande. É o calcário, unido ao tempo, que molda os atrativos. É ele também quem garante à água a transparência que encanta.
Gruta do Lago Azul|Bonito, Mato Grosso do Sul
Gruta do Lago Azul, Bonito, Mato Grosso do Sul
Tão encantadora quanto a beleza dos mais de 60 atrativos naturais é a organização do Ecoturismo. A começar pela própria Gruta Lago Azul – cartão postal da cidade -, cada ponto turístico tem um Plano de Manejo. Os locais foram estudados e, com base nos levantamentos feitos in loco, foi determinada a quantidade ideal de visitantes – a fim de minimizar os impactos ambientais. Esses números são fundamentais para a manutenção do voucher único.
Voucher Único
Em Bonito, desde 1995,  TODOS os passeios têm valor tabelado e devem ser comprados em agências de turismo. Não existe variação de preço nem descontos. O que diferencia uma agência da outra é o atendimento. Essa foi a forma encontrada para organizar o repasse da verba para a arrecadação municipal, pagamento do guia, da agência e do atrativo visitado. Por isso é importante agendar a visita com antecedência, já que a limitação de visitantes por dia é seguida à risca.
Flutuação na Lagoa Misteriosa | Bonito, Mato Grosso do Sul
Flutuação na Lagoa Misteriosa | Bonito, Mato Grosso do Sul
De tudo, vale destacar o Ecoturismo praticado com seriedade, respeito e amor. Mais do que uma trilha, a caminhada pela mata nos passeios por Bonito é uma aula de história, geografia e biologia. Os guias são preparados e dispostos a se aprofundar nos temas da região. Bonito é um convite à vivência da natureza como um todo. Numa volta pelos atrativos ou pelo centro da cidade, para mergulhar na história e na cultura local, basta se permitir explorar ruas, trilhas e conversas!
Cícero Peralta, da Pousada do Peralta, eu e Diego Oliveira, do Studio 45 Graus.
Cícero Peralta, da Pousada do Peralta, eu e Diego Oliveira, do Studio 45 Graus.
No primeiro post sobre Bonito, gostaria de fazer um agradecimento especial ao Peralta, anfitrião do blog Amabilices em Bonito. Obrigada por acreditar no projeto, mesmo depois de ter conversado com 3.492.573 blogueiros de viagem no mesmo dia, e por ter me feito sentir como se estivesse em casa. Mais do que o dono da pousada onde fiquei e responsável pelo convite que me fez conhecer a verdadeira Bonito, você se tornou um amigo! Obrigada Karla e Adélia, da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, pelo carinho com que me receberam, montaram meu roteiro e me incentivaram (Adélia, sua foto com a Mancha foi fundamental para me encorajar no Projeto Jiboia. Ok, Henrique, você também teve um papel muito importante nesse momento histórico! rs). Obrigada, Rogério, da Secretaria de Turismo de Bonito, pela receptividade, pelas dicas e por me falar sobre o Instituto Mirim – uma visita extremamente marcante e uma das histórias que terei muito orgulho em contar aqui. Obrigada a cada um que recebeu o blog com carinho, aos colegas de passeio e ao Diego Oliveira, do Studio 45 Graus, por ter registrado a viagem com um olhar, mais que fotográfico, artístico. Foram muitas as pessoas que tornaram inesquecível a passagem do Amabilices por Bonito. A cada uma, meu sincero agradecimento e minha eterna gratidão!  
Autor(a) do post
Amabyle Sandri

Comentários

1 Comentário
  1. postado por
    Blogueira diz não encontrar adjetivos para definir as belezas do Pantanal e Bonito | Portal da Educativa
    set 1, 2016 Reply

    […] Confira o post sobre Bonito, ela está preparando um especial sobre sua visita ao Pantanal que nos próximos dias vai compartilhar cada momento com os seguidores: http://amabilices.com.br/amabilices-em-bonito/   e  http://amabilices.com.br/bonito-historia […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Siga o Amabilices no Instagram e acompanhe em tempo real todas as nossas viagens e aventuras por esse mundo lindo.

Junte-se ao Instagram