Viaje comigo!

Quer saber das novidades?! Se cadastre e receba as dicas direto no seu e-mail! É uma alegria poder compartilhar minhas amabilices com você!

DESTINOS PARA VIAJAR EM CORPUS CHRISTI

Feriadão prolongado à vista e você ainda não definiu o destino?! Então corra se programar. Só não vale ficar em casa! O blog Amabilices listou algumas sugestões para que você descanse (ou não!) nesses quatro dias de folga. Vamos lá?!

Tibagi | Paraná

A 210 km de Curitiba, Tibagi é uma cidadezinha com cerca de 20 mil habitantes, repleta de belezas naturais. Aqui está o Parque Estadual do Guartelá, onde fica o cânion que leva o mesmo nome. Considerado o sexto maior cânion do mundo, ele tem aproximadamente 30 km de extensão e desníveis de até 450 metros. O acesso é sinalizado e a entrada do parque é bem fácil de encontrar.

feriado2

O passeio é gratuito, mas você tem a opção de fazer o tour guiado. Reserve uma manhã inteira para o passeio. É que, além de contemplar a natureza, é possível entrar nos panelões e numa cachoeira aberta ao público. Vá com calçado confortável e leve uma mochila com toalha, água e lanchinhos.

A região também tem cachoeiras lindas, como o Salto Santa Rosa. A entrada custa algo em torno de 10 reais, o acesso é bem tranquilo e a vista é de tirar o fôlego. O bosque no entorno da queda parece uma floresta mágica. Mas, aqui, não é permitido banho. (Nem precisa! Contemplar é mais que prazeroso!). Um conselho? Aproveite para fazer um piquenique com essa vista!

Salto Santa Rosa
Salto Santa Rosa

O Salto Puxa-Nervos é outra parada obrigatória na região. Uma cachoeira linda, com 40 metros de altura, de fácil acesso, beleza incomparável, mas, limitada para banho. Quando fui, um grupo entrou. Eu não entraria! Sabe como é?! Eu prefiro não arriscar. Fica a 15 km do centro da cidade!

Salto Puxa-Nervos
Salto Puxa-Nervos

Para quem curte altas emoções, uma sugestão é o rafting pelo rio Iapó – que corta o cânion. Fiz o tour com a agência Tibagi Aventuras. O valor, em 2017, foi de 60 reais. Embora pareça assustador, o guia adapta a rota do bote conforme o grau de coragem do grupo. Eu – medrosa – consegui uma versão iniciante. Adorei a experiência! (Comparando, o rafting foi mais tranquilo que o Macuco Safari, nas Cataratas do Iguaçu. Juro!).

Tibagi é uma ótima pedida para quem curte ecoturismo e está em busca de um destino acessível, econômico e para descansar.

Bonito | Mato Grosso do Sul

Falando em ecoturismo, que tal conhecer o destino brasileiro que é referência internacional em ecoturismo?! Bonito, em Mato Grosso do Sul, tem diversas opções para quem curte natureza. De propriedades com oito cachoeiras, como é o caso da Estância Mimosa, à flutuação pelo Rio da PrataLagoa Misteriosa – que tem esse nome exatamente pelo motivo que você imaginou: ninguém nunca chegou ao fundo dela!

Estância Mimosa | Diego Olivera - Studio 45 Graus
Estância Mimosa | Diego Olivera – Studio 45 Graus

Mas essas não são as únicas opções, não! Em Bonito é possível fazer trilhas de quadriciclo, nadar em “piscinas naturais” cheias de peixes, nos balneários, e aprender mais sobre as cobras, no Projeto Jiboia. É atração que não acaba mais!

Projeto Jiboia | Diego Oliveira - Studio 45 Graus
Projeto Jiboia | Diego Oliveira – Studio 45 Graus

Em Bonito, todos os passeios são pagos e, se você não estiver de carro, é preciso contratar o transfer até os destinos. Nesse caso, a viagem exige um pouquinho mais de planejamento. (Saiba como se planejar aqui). Minha sugestão de hospedagem é a Pousada do Peralta:

POUSADA DO PERALTA: ACONCHEGO E TRANQUILIDADE EM BONITO, MATO GROSSO DO SUL

Além da pousada, o Peralta tem também uma agência, pela qual pode organizar todo o seu roteiro. Fácil, né?!

Rio de Janeiro | Rio de Janeiro

Que ele continua lindo (apesar dos pesares!), continua! O Rio é nosso cartão-postal e faz valer o título. A cidade é de uma curiosidade arquitetônica sem igual – que o diga a vista do avião, logo na chegada -, tem inúmeras opções de passeios e a possibilidade de tomar uma água de coco no Leblon, ao maior estilo “Manoel Carlos”, é sempre motivo suficiente para considerar a viagem.

Em quatro dias dá para explorar um pouquinho de tudo! Do Cristo ao Vidigal . Com passadinha pelo Samba da Pedra do Sal  e apreciação dos questionamentos sobre o futuro no Museu do Amanhã . Claro, sem esquecer do AquaRIO (um charme à parte) e a arte urbana da revitalizada zona portuária.

Nascer do Sol do Vidigal - Mirante do Arvrão.
Nascer do Sol do Vidigal – Mirante do Arvrão.

Ah, não deixe de encaixar no roteiro um tour guiado pelo Teatro Municipal. Vale muito à pena! No caso do Rio, você pode adaptar o roteiro ao seu orçamento! Basta alinhar os dias de entrada grátis nos museus e estudar o transporte público, muito eficiente na zona sul.

Porto Seguro | Morro de São Paulo | Bahia

Se o seu negócio é praia, festa e alegria, considere a Bahia. (Até rimou!) Aliás, coloque no topo da sua lista a Bahia. Êita estado arretado, sô! Para os amantes do axé, precisa estar no topo da wishlist. Morada da alegria, Porto Seguro conquista pela música – e pelas barracas de praia famosas, como a ToaTôa e AxéMoi – e pela cultura, já que a cidade foi a porta de chegada de Pedro Álvares Cabral no Brasil. O país nasceu em Porto Seguro e a cidade explora isso muito bem em literais aulas de história a céu aberto pelo centro histórico. Quer mais?! Além de praia, é daqui que saem os passeios para o Parque Nacional Marinho de Recife de Fora – uma plataforma de corais, no meio do oceano, onde é possível flutuar e apreciar a rica vida marinha, ali, na sua completude. Um passeio incomparável!

Tôa Toa | Porto Seguro
Tôa Toa | Porto Seguro

Morro de São Paulo traz o ápice da criatividade divina num misto de beleza e emoção. Emoção, para chegar até lá, num transfer misto, e beleza em cada canto da ilha. Com quatro praias acessíveis aos turistas, nomeadas pela ordem – primeira, segunda, terceira e quarta – Morro reúne simplicidade e sofisticação numa curiosa fusão. Aproveite as praias e faça o passeio chamado Volta na Ilha, que inclui parada em Boipeba, o recanto do sossego. Vale demais a experiência!

capamorro

Salta | Argentina

A cidade argentina, que leva o mesmo nome do estado, é um convite a uma viagem histórica e cultural. Cercada de religiosidade, Salta tem igrejas impecáveis – como a Catedral e a Igreja de São Francisco, primorosas de dia e à noite, com a fachada iluminada -, e o Santuário da Virgem do Cerro, onde Maria apareceu para uma camponesa que, todos os sábados, recebe fieis para rezar o terço e fazer orações. Tem também o passeio do Tren a Las Nubes, que dura um dia inteiro, chegando a altitudes superiores a 4 mil metros – com paisagens encantadoras –, e o Paseo Balcarce, uma rua com restaurantes, bares e peñas, onde é possível assistir a apresentações de músicas típicas e danças folclóricas. Nos domingos, rola uma feirinha de artesanato super bacana nessa mesma rua. Daqueles momentos que a gente desfruta com alegria e descontração!

Tren a las Nubes
Tren a las Nubes
Catedral de Salta
Catedral de Salta

Tem mais sugestões de destinos perfeitos para conhecer no feriadão?! Deixe nos comentários! Já conheceu algum dos lugares que mostrei aqui?! Conta pra gente como foi sua experiência! Independentemente da sua escolha, desejo que você tenha um incrível feriado!

Autor(a) do post
Amabyle Sandri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Siga o Amabilices no Instagram e acompanhe em tempo real todas as nossas viagens e aventuras por esse mundo lindo.

Junte-se ao Instagram