Se Macondo ficasse à beira do mar, e não de um rio, Fernando de Noronha seria a terra descrita por Gabriel García Márquez. Isso porque, como já diria o próprio colombiano, Macondo não é um lugar, mas sim um estado de espírito que permite a cada um ver o que quer ver e como quer. […]