Viaje comigo!

Quer saber das novidades?! Se cadastre e receba as dicas direto no seu e-mail! É uma alegria poder compartilhar minhas amabilices com você!

Natal em Nova Iorque

Se tem um sonho que permeia o inconsciente coletivo de toda uma geração, esse sonho é passar o Natal em Nova Iorque. Culpa de Hollywood, é claro, com suas super produções capazes de nos fazer sentir a neve sem nunca antes ter visto nada além de granizo – e olhe lá! Ah, o poder do cinema!

Fato é que os rinques de patinação no gelo, a árvore de Natal do Rockefeller Center e as vitrines encantadoras faziam parte da minha lista de sonhos para um dia realizar. 

E, numa dessas reviravoltas do destino, lá estava eu, esse ano, curtindo uma semana em dezembro em Nova Iorque.

Primeiras impressões 

Ainda no shuttle do aeroporto para o centro, a primeira cena muito cinematograficamente natalina que eu vi foram as árvores (de verdade) à venda nas calçadas.

7C47853C-163E-4737-96DC-DC87B9FB3B7A

Me surpreendi também com a decoração natalina onipresente, incluindo a vitrine da casa de carnes!

E, curiosamente, com os enfeites pouco convencionais de um loja de decoração em West Village, que tinha até balão para pendurar na árvore.

E07326A9-B365-4E3A-ABB7-22266CCA2CAD

Patinação no gelo

Existem 3 opções bem legais (são as mais famosas também): Central Park, Rockefeller Center e Bryant Park. Minha escolha foi meramente logística. Como sinto muito frio e não curto fila, fui para o Bryant Park, que fica pertinho da Times Square e, de quebra, tem uma Feirinha de Natal no mesmo espaço.

6B9B007E-3ECE-4E5D-9B56-D07CB5939CE1

Locação 

Caso você tenha patins, o uso da pista é gratuito. Se não tiver, basta alugar. A locação custa 20 dólares. Os lockers também podem ser usados sem custo. No entanto, se você esquecer o cadeado, o valor para alugar um é de 10 dólares. Há a opção de deixar sua mochila guardada por 12 dólares (15, se for muito grande).

Horários 

O rinque de patinação funciona das 8h às 22h e a praça fica entre as ruas 40th e 42nd.  Para mais informações, clique AQUI.

890D3983-6D70-4F72-93DF-035C55A5D872

Eu nunca havia patinado e estava bem ansiosa (e ao mesmo tempo tranquila – já que tinha feito meu seguro viagem rs!).

Curiosidade: para chegar à pista é preciso caminhar com o patins por uma antessala. Imaginei que ia cair ainda nesse trecho seco. Que nada! Entrei no rinque. Que escorregadio! A primeira volta foi agarrada às bordas. Na segunda, já sem paciência, me arrisquei – e fui! Que emoção! Driblar os medos e me equilibrar no meio daquelas crianças humilhantemente habilidosas foi uma vitória!

*E, todo esse relato é para dizer: se eu consigo, você também consegue! (Acredite!). 

Rockefeller Center 

Provavelmente esse seja o cenário mais famoso quando o assunto é o Natal de Nova Iorque. Pelo menos é o que as multidões dão a entender. A quantidade de gente por lá é impressionante. Eu adotei uma estratégia: acompanhava os posts com a localização pelo Instagram. Quando vi que o movimento estava mais tranquilo, me arisquei. Fui durante o dia, mas voltei à noite também.

D24C5A4A-21EC-4710-8BB0-92354E288EBE

A árvore é verdadeiramente gigantesca e, quando vista ao lado do rinque, forma a clássica sequência de  frames dos filmes da sessão da tarde.

O rinque é menor e mais disputado que o do Bryant Park. Mas, se você sonha com essa cena, vale a pena encarar a fila. Também é possível fazer reservas antecipadas. No site oficial  você encontra  uma variedade de combinações de patinação + refeição e até  a opção de pedido de casamento no gelo.

Vitrines

Outra atração nos arredores do Rockefeller Center são as vitrines. Aliás, todas as lojas na 5a avenida capricham para atrair os olhares dos visitantes. Destaque para a Macy’s e para a Sak’s que tem um show de luzes e música que fez lembrar o encerramento do dia de parque na Disney. (Numa interpretação livre, claro. Exageros à parte, vale assistir ao show das luzinhas dançantes!).

Ah, em tempo: lembra daquela loja de brinquedos dos filmes “Quero ser Grande” e “Esqueceram de mim 2”? Com o teclado de piano gigante no chão? Então! Ela havia fechado em 2015 e reabriu esse ano -exatamente na esquina da árvore do Rockefeller Center. O nome é FAO Schwarz e, embora menor que a loja original, essa também tem o piano!

West Village 

Para quem quer rodar sem preocupação, apenas curtindo o clima de Natal, minha sugestão é passar um dia caminhando pelas ruas de West Village. O bairro descolado – onde fica o prédio de Friends – tem um ar super cool e a decoração natalina é um fofura. Não tem como não se encantar!

Esse relato, assim, simplificado, em clima de confissão de Natal, é para lembrar que a parte mais legal da vida é realizar sonhos! Aqui, em Nova Iorque ou onde for! Desejo que hoje, no dia do Natal, você se desafie e não limite ou boicote o ato de sonhar! Porque, num dia desses, tenho certeza de que vai ser VOCÊ contando sobre a realização dos seus sonhos de viagem por aí!

FELIZ NATAL, viajantes! 

 

 

Autor(a) do post
Amabyle Sandri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Siga o Amabilices no Instagram e acompanhe em tempo real todas as nossas viagens e aventuras por esse mundo lindo.

Junte-se ao Instagram