Viaje comigo!

Quer saber das novidades?! Se cadastre e receba as dicas direto no seu e-mail! É uma alegria poder compartilhar minhas amabilices com você!

PARA ONDE VIAJAR? REVIEW E DICAS!

Os viajantes de plantão, certamente, têm a resposta na ponta da língua. Ou no topo da wishlist. Só que essa criatividade toda e entusiasmo para listar futuros destinos não é, necessariamente, o forte da maioria da população. Por vezes, a vontade é só dar uma escapadinha ou aproveitar as férias – tudo dentro de um período de tempo e orçamento limitados.

Aí, vem a pergunta: para onde viajar? As respostas vêm do novo recurso do site que já indiquei aqui – o Quanto Custa Viajar . Numa pesquisa rápida, basta indicar a origem da viagem, o orçamento que você tem disponível e o mês quando pretende viajar e…

PARAONDEII

… tcharam! A lista vem recheada de opções que podem nem ter passado pela sua mente.

PARAONDEI

O que é super bacana?! Talvez você jamais teria cogitado Paraty, por achar que seria caro demais! Ou Belo Horizonte, por, simplesmente, nunca ter pesquisado sobre a cidade.

Uma das maiores funcionalidades dessa ferramenta é a agilidade com que você tem um panorama da viagem. Ao clicar em “mais detalhes”, o roteiro se abre na sua frente – sem esforço algum.

PARAONDEIRIII

Agora, vamos a alguns detalhes im-por-tan-tís-si-mos:

– O valor da passagem aérea não inclui taxas. No caso de cidades como Buenos Aires, isso é um agravante, já que as taxas custam quase tanto quanto o bilhete;

– O hotel listado costuma ser um dos mais baratos. Sinônimo de hostel. Hospedagem alternativa que não se encaixa nos planos de todos os perfis de viajantes. Fique de olho também na localização do hotel. Quanto mais perto de metrôs, pontos de ônibus, mercados, farmácias, melhor;

– A alimentação é baseada numa média que, nem sempre, é possível manter. Em Porto Seguro, por exemplo, gastei muito mais do que havia planejado. Se o seu destino inclui passeios de dia inteiro, já calcule um valor a mais (ou planeje a ida ao supermercado). Por motivos óbvios, restaurantes em pontos turísticos são mais caros. Não esqueça disso;

– O transporte é calculado com base em duas passagens de ônibus por dia. Viajantes sabem: por mais que você caminhe pra caramba (e olha que eu caminho, hein!), tem cidades onde é impossível não gastar mais que dois tickets por dia. Nova Iorque é um exemplo disso. Leve em conta seu roteiro e os lugares que planeja conhecer. Se você estiver de carro, simule no google as distâncias e faça os cálculos com base na média que o tanque de combustível rende por quilômetro rodado;

– As atrações podem ter variações. Como uma visita à vinícola Concha y Toro, em Santiago, no Chile. Há a opção de passeio geral ou completo. Com a degustação, claro, o custo é maior. (Vale o investimento, por sinal!). Se o destino que você escolheu inclui atividades que você ama (vinícolas, restaurantes, esportes radicais), pesquise nos sites oficiais as possibilidades de passeios e já preveja o gasto excedente.

PARAONDEIRV
O próprio site já sugere destinos de acordo com os interesses do viajante.

– A ferramenta dá opção de saída de 12 capitais. Ao optar pela mais próxima de você, não esqueça de calcular o gasto de ida e volta para a cidade de origem do voo escolhido;

PARAONDEIRIV
De Cascavel para Curitiba, no Paraná, são 500km. Esse é um gasto que precisa estar incluído no orçamento.

– Outro filtro nesse site permite escolher entre destinos nacionais ou internacionais. Você pode escolher também por continentes. Nesse caso, liste os pontos turísticos que você pretende visitar e entre nos sites oficiais para verificar horários e valores de tickets na moeda local. É que entre a data da sua pesquisa e a viagem, pode haver variação da cotação da moeda – e isso interfere diretamente no orçamento;

– Você tem dificuldades em limitar seus gastos? Uma dica pessoal é colocar um teto (máximo?! Redundância aqui, pode?!). Durante a eurotrip, levei 100 euros por dia. Em alguns países, com 60 euros, comi muito bem, passeei e paguei transporte. Em outros, os 100 euros foram a medida para escolher um BigMc ao invés de um jantar luxuoso. Mas não vá no limite. Leve um cartão de crédito – e só use em caso de extrema urgência.

Resumindo?! O Para Onde Viajar é uma ferramenta excelente para usar como inspiração e ter uma noção de (novos?) destinos para conhecer conforme o seu orçamento. Com os lembretes que coloquei aí em cima, não tem erro: se encoraje, saia da rotina, troque a casa dos avós e se permita conhecer um novo lugar no mundo!

Autor(a) do post
Amabyle Sandri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Siga o Amabilices no Instagram e acompanhe em tempo real todas as nossas viagens e aventuras por esse mundo lindo.

Junte-se ao Instagram